quarta-feira, 11 de maio de 2011

Início

O fim pode ser doce ou amargo. Pode ser a navalha que corta até sangrar como também um grito de puro êxtase dado após uma conquista. A vida é assim cheia de fins. Fim das estações. De uma gestação. O final do namoro, do noivado, do casamento é regado de choro e até desespero. Como recomeçar? Mas, existe o oposto: a alegria do réveillon. Coincidências ou não um novo recomeço.

Fim....