sábado, 28 de janeiro de 2012

Amor

Amo o seu jeito de amar
Amo o seu toque e o seu paladar
É incrível sentir a evolução desde o primeiro olhar
Por isso, certa e sensata digo: amo-te!

Confesso que antes não era assim
Já pensei em desistir
Até partir para não mais te ver
Na realidade queria fugir do que me desequilibrava

Até descobrir que para obter luz é preciso percorrer a escuridão
Para ser calmo é necessário passar por revoltas
Errar para acertar
E, respeitar!

Se o tempo me levar você
Ele me trará de volta um outro amor.