Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Galega Preta

Imagem
“Quem te vê chegar
Não imagina o que a Europa e a África juntas podem causar
Um tom de pele
Um tipo de cabelo
Tão diferentes, mas a combinar
Não dá pra saber,enfim
O Brasil é a mistura
Eu vou lhe chamar: galega preta, galega preta...”
(Tibles)


O sorriso inebriante de Núbia Dourado abre caminhos. A voz dela ecoa aos quatros cantos. Composições ritmadas que agitam os rincões do Norte. Músicas que trazem vida e alegria ao povo tocantinense. Essa é a “Galega preta” que nasceu na pacata cidade de Rio Sono, a 143 km de Palmas.

A pequenina Núbia ainda não tinha o Dourado no nome, tinha a atitude de uma menina de ouro que sonhava grande. O chamado para o universo da música surgiu nos recreios da escola. Ela adorava cantar para as amigas. Só que um dia, num evento cívico do colégio,a timidez gritou e não a deixou subir ao palco,esse lugar que hoje faz sentir um frio na barriga e a deixa tão feliz e iluminada.

“Descobri depois que o que eu mais gostava era o que eu mais tinha medo”, revela. Nú…