terça-feira, 21 de outubro de 2014

Gentilezas...

O mundo é uma escola
A vida é o circo
“Amor: palavra que liberta"
Já dizia o profeta.
(Marisa Monte)


Dorme a Avenida Anhanguera de Goiânia-GO. Enquanto isso, Antônio Barbosa Alves estaciona a minivan e começa a descer: botijão, fogão, estufas, mesas e as obras primas da esposa. Cuidadoso organiza uma a uma. Coloca o avental, ajusta a boina e agradece por mais um dia de trabalho beijando o escapulário. A simpatia do baiano de Torrentina é ímpar. Ela também é insistente com os, que fingem nem ver:
- Bom dia, minha amiga.
- Oi. Bom dia.
- Bom dia Ana, tudo bem?
- Tudo.
- Bom dia.
- Boom dia!
Essa é a chave para o diálogo. Afinal, em frente à padaria em formato de banca passam pedestres apressados... O bacharel em Direito deixou a profissão de glamour. Teve uma loja de cosméticos. Hoje repagina a vida. O sentimento, nos olhos marejados é de gratidão. Até porque, o gentileza, tem uma avenida enorme pela frente para buscar o sustento de casa e realizar o sonho de formar as filhas Patrícia e Cindy. Elas fazem Medicina, na Universidade Federal de Goiás.



2 comentários: