quarta-feira, 22 de maio de 2013

Primavera



O passarim e o beija-flor
Juntos e sós
Dançam como a dama e o vagabundo
Rito de espera
Pelo desabrochar da margarida
E, a vinda da primavera

Cantorias, zunidos, zangões
Amarelo, azul, laranja
Um arco-íris de emoções

Na floresta da dona Joaninha
Rei é rei
Passarim beija a flor
Flor é beijada por andorinha
Pardal também tem vez

O céu vira festa
Como carnaval repleto de confetes e serpentinas.

7 comentários:

  1. Lindo. Leve poema. Provoca uma leve insensatez para quem faz a leitura. Parabéns. Belo Poema.

    ResponderExcluir
  2. Tive a honra de ouvir em primeira mão. Acredito que eu tenha sido a inspiração pra esse poema, pq eu inspiro todo mundo. Eu sou muito inspirador e modesto. Ficou muito bom, simples e belo, como eu.

    ResponderExcluir
  3. Esley querido... CALA A BOCAAAAAAAAAAAAAAA... KKKKKKKK
    PS.: Te adoro seu chato lindo!!!!

    Amanda querida, você sabe o quanto gostei dos seus dois textos não é mesmo?! E desejo que você se inspire cada vez mais para que eu possa escutar mais poemas seus... Beijão e muita inspiração... :)

    ResponderExcluir
  4. Ficou lindo mesmo Amanda, os dois! Laila não me faz ir aí não, fia. Tem que postar o outro, hein? Tem que ver isso aí.

    ResponderExcluir
  5. Hehehe... todos são minha inspiração! ;)
    Como pedido é uma ordem. O outro poema vai ser publicado sim.
    Beijos!

    ResponderExcluir